Anonymous Brasil derruba sites dos maiores bancos do País

O grupo hacker Anonymous ataca os sites do Itaú, que ficou indisponível nesta segunda-feira (30), e do Bradesco, derrubado na manhã de terça-feira (31).

Nota publicada pelo Banco Itaú:
“O Itaú Unibanco informa que houve indisponibilidade em seu site durante alguns momentos hoje, mas a normalidade foi retomada em seguida. Importante lembrar que todos os demais canais eletrônicos estavam disponíveis para as operações dos clientes. Caso encontrem dificuldade, os clientes têm à disposição o telefone (30Horas), mais de 29 mil caixas eletrônicos onde podem fazer mais de 300 operações, além de toda a rede de agências, que hoje possui cerca de 5 mil em todo o país”.

Em nota fornecida ao portal G1, o Bradesco informou que a página “apresentou momentos de intermitência, com volume de acessos acima da média, mas não chegou a ficar fora do ar”. (Configuração de ataques de negação de serviço DDoS – Distributed Denial of Service, entenda como funciona, mesma técnica utilizada nos EUA no início deste ano. Leia mais sobre a maior onda de ataques hacker da história)

O grupo comemorou o ataque em letras garrafais no Twitter: “ATENÇÃO MARUJOS: Alvo atingido! O bradesco.com.br está à deriva! E anunciou que pretende realizar ataques a diversos sites de instituições financeiras brasileiras, públicas e privadas, no decorrer dessa semana. O intuito é investir contra um banco por dia ao longo da semana, com objetivo de tirar os serviços de internet banking do ar por 12 horas cada.

Atualização feita em 03/02/2012, às 12h54:
Na segunda-feira (30), o Anonymous derrubou o site do Itaú. Na terça-feira (31) assumiu autoria pela queda do site do Bradesco. Na quarta-feira (1º), foi o site do Banco do Brasil que ficou fora do ar. Na quinta-feira (02), o site do HSBC também ficou inacessível durante a manhã. Hoje, sexta-feira (03), foi a vez do Banco Central que ficou inacessível mas voltou ao ar minutos depois. Mais tarde foram derrubadas as páginas do Citibank e do Banco Panamericano.
 Em mensagem publicada no Twitter, o Anonymous comunicou que bancobmg.com.br “acabou de entrar na dança”. O site do Banco BMG ainda se encontra fora do ar.

Segundo o grupo, a ação, batizada de #OpWeeksPayment, pretende protestar e alertar a população contra a injustiça e a corrupção. Esta semana foi escolhida para as ações, pois concentra dias em que a maioria das empresas fazem o pagamento de salários a seus funcionários e, portanto, quando os sites de internet banking têm maiores demandas de acesso.

Em nota, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) disse que os ataques a sites dos bancos, se bem sucedidos, “atingiriam e prejudicariam a população que utiliza os serviços eletrônicos para obter informações e realizar transações bancárias”. Apesar de os ataques causarem prejuízos inegáveis à imagem das instituições, a Febraban afirma que as instituições financeiras têm mecanismos e contingências capazes de inibir eventuais ataques. E lembra “A Febraban vem postulando com empenho a aprovação de lei especifica que criminalize ataques e fraudes eletrônicas. A aprovação de uma lei sobre o tema, que vem sendo discutida no Congresso Nacional há vários anos, ajudaria no combate a este tipo de conduta”.

fontes:
G1
Folha
Decision Report

Como está a Segurança Digital da sua empresa?

Converse com nossos especialistas.