Back To Top

IBLISS Digital Security

COMO CONSTRUIR E MANTER UMA POSTURA DE CONFIANÇA ENTRE PESSOAS E ORGANIZAÇÃO COM A LGPD

Desde que a Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD – entrou em vigor no Brasil em agosto de 2020, notícias sobre vazamento de dados é o assunto que mais tem aparecido em destaque na mídia. Somente no Brasil esse tipo de incidente teve um aumento de +493% no último ano, conforme um estudo realizado pelo MIT.

Segundo uma pesquisa realizada pela RD Station, 93% das quase mil empresas que participaram do estudo dizem, ou pelo menos já ouviram falar, da LGPD; mas apenas 15% se mostram prontas, isto é, na reta final da adequação, mesmo com a lei prevendo sanções desde 1°de agosto de 2021.

Isso significa que mais de dois terços das empresas não implementaram, nem mesmo, a primeira etapa, que é a criação de uma Políticas de Proteção de Dados interna.

Diante desse cenário, podemos evidenciar um item muito importante: Confiança. Quando falamos de privacidade, no Brasil, tratamos como sendo um assunto mais cultural do que legislativo. A grande dificuldade é traduzir de forma clara e objetiva para as pessoas o valor que seus dados pessoais possuem perante o mercado.

Uma pessoa que se preocupa com quais dados pessoais está circulando, com certeza irá se preocupar com a forma que a ou as empresas se comportam com relação ao tratamento dos dados, bem como a organização em que trabalha ou administra.

A privacidade começa com as pessoas, através da conscientização, para que entendam o quão importante é a privacidade e a proteção de seus dados.

Ao longo do tempo, as organizações vêm adquirindo mais maturidade, quando falamos em Segurança da Informação. Antigamente, está proteção ao dado era tratada de uma forma mais tímida e interna, onde toda informação coletada era trabalhada para fins comerciais e/ou quando o segmento do negócio era focado em armazenar tais informações.

Hoje, as pessoas estão bem mais conscientes e detém o poder de escolha, onde podem escolher para quem e para qual finalidade seus dados serão utilizados, sempre levantando a questão: Por que estou passando meus dados e por que a empresa o está solicitando?

Criar um laço de confiança entre empresa e cliente sempre foi fundamental, e hoje é inevitável.

O grande desafio das organizações está em passar a mensagem de adequação e tratamento dos dados pessoais, de uma forma que o cliente consiga entender todo esse processo, ou seja, passar a informação de forma clara e objetiva

Mas, como podemos melhorar essa comunicação, que muitas vezes é falha? O processo pode ser iniciado com as seguintes implementações:

  • Ter um canal de comunicação aberto e transparente – é um dos fatores mais importantes para conquistar o cliente, com qualidade no canal oferecido;
  • Uma política de uso bem escrita e divulgada, podendo utilizar diversas formas de linguagem (lúdica, vídeo, game etc.), sendo sempre clara e objetiva; e
  • Educar seus colaboradores e parceiros, com suas políticas e programas, pois como vimos, a conduta inicial começa com as pessoas.

Com isso, podemos iniciar um relacionamento com base na transparência de informações, gerando a confiança na organização.

Pessoas, processos e tecnologias, são os três elementos que precisam andar juntos para um processo de adequação de uma organização em Privacidade e Proteção de Dados. É preciso treinar pessoas para que elas integrem e entendam os processos, pois com processos bem desenhados a entrega ao cliente sempre será mais efetiva, somando a tecnologia, para ferramenta adequada para execução das ações necessárias à visão estratégica da empresa.

Portanto, a conscientização e a clareza de processos quando falamos de segurança da informação, privacidade, proteção de dados e LGPD é primordial.

Explore campanhas de conscientização para que todos entendam o quão necessário é a privacidade de seus dados. A LGPD é uma tarefa multidisciplinar, envolvendo áreas de uma organização para o desenvolvimento de um projeto de privacidade.

Um bom parceiro, que te auxilie com um Programa de Segurança da Informações e Privacidade será um diferencial para obter o sucesso em sua adequação.

Então, como está a privacidade dos dados que sua empresa detém hoje?